O que você faria por dinheiro?

Foto_dinheiro1Creio que a discussão é bem atual, com o BBB11 quase para terminar, e o programa é um bom exemplo de tudo a que se sujeita o ser humano para ganhar muito dinheiro. E não estamos falando de pouca coisa, afinal 1 milhão e meio mudam radicalmente a vida de uma pessoa. Mas será que mudam para melhor?

Desde os primórdios da civilização o homem luta pelo “poder” e uma das formas de se conseguir poder ou “acesso” a tudo o que as pessoas em geral almejam é – na cabeça da maioria das pessoas – o dinheiro. O problema é decidir quanto de dinheiro você quer: muito, pouco, o suficiente para ter conforto, bastante para não ter que trabalhar e aturar chefe chato?

O que você faria para conseguir dinheiro

Não importa quanto você quer, mas o preço que está disposto a pagar por ele. O que você faria para ter muito dinheiro? Vemos diariamente no Big Brother que as pessoas de modo geral disputam a tapa a oportunidade de isolar-se em uma casa com um punhado de estranhos para ganhar muito dinheiro. Abrem mão do convívio da família e dos amigos por várias semanas; expõem-se ao ridículo em rede nacional; abrem mão de sua privacidade; expõem-se ao julgamento público; metem-se em tarefas extenuantes e por vezes até absurdamente sobre-humanas. Passam horas com fome, na chuva, sentindo frio, e vão até o limite de sua resistência para terem uma chance de disputar a fortuna.

Quantos de nós já abriram mão de seus ideais, de seus valores morais e pessoais, já abandonaram filhos, pais e amigos para correr atrás da fortuna? Quantos já se deixaram levar pelo brilho do ouro e traíram a confiança neles depositada por milhões de eleitores ou amigos de infância para conseguir um punhado de dólares?

O preço

Se uma mulher deita-se com um homem e atende a todos os seus caprichos sexuais por 50 reais ela é considerada uma prostituta; se vende-se por uma vida toda por uma gorda conta bancária com vários milhões é uma dama da sociedade. Parece-me que a “moral” e a opinião pública variam de acordo com o preço, com a quantidade de moeda envolvida na transação. Pouco dinheiro por pouco tempo é prostituição; muito dinheiro por muitos anos é uma atitude louvável.

Mas será isso mesmo? Até que ponto sua moral e sua vida são influenciadas pelo dinheiro? Já se disse na música antiga: “o dinheiro faz o mundo girar”. Será verdade? Quantos amigos você abandonaria por 1 milhão de reais? Quantos você trairia? Até que ponto você iria por esse preço? Se é verdade que todos temos um preço, qual é o seu?

assinaatura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Links mais acessados

  • Nenhum

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Contato

%d blogueiros gostam disto: