Casamento gay

Eu acho engraçado que tem muita gente contra casamento gay sendo que nem é gay. Deixe-me explicar melhor: se um gay vai casar, então será com outro gay. Então o que é que os hetero e homofóbicos em geral têm com isso?

Eu acho engraçada essa mania de governar a vida dos outros. Existir a possibilidade de casar com alguém do mesmo sexo não significa que todo mundo vai ser obrigado a fazer isso, apenas vai regularizar a situação de quem já está fazendo.

Eu, por exemplo, que sou hetero assumida, tive a oportunidade de casar com quem eu quis, então não acho justo negar a mesma oportunidade às outras pessoas. E cada um casa com quer ama, e eu sempre acreditei que o amor é o mesmo, independente do sexo.

E, como dizem os franceses: “viva a diferença”!

Zailda Coirano

Website   Web rádio   Loja Virtual   Facebook   @zailda 

Anúncios

Casar com padre pode?

Você se casaria com um padre?

Você se casaria com um padre?

A Rede Globo está reprisando a novela Mulheres Apaixonadas, que na época de sua primeira exibição deu o que falar porque mostrava relacionamentos e comportamentos considerados “tabu” pela sociedade de modo geral, sendo um deles o da moça rica que sempre teve tudo o que queria e que não sossega enquanto não conquista o amor do homem que escolheu, sem se incomodar com o fato de que ele é um padre.

Conheci um casal formado dessa forma, ele era padre e ela filha-de-Maria, deixaram a igreja para casarem-se. Apesar dos anos de união não me parecia que se sentissem confortáveis na situação, já que o assunto não podia sequer ser mencionado sem causar um certo mal-estar.

Casamentos de padres não são vistos com bons olhos pela sociedade, naturalmente que alguém que fez voto de castidade para toda a vida e muda de idéia no meio do caminho desperta certa desconfiança, creio que as pessoas se sentiriam à vontade se todos os padres fossem eunucos, por exemplo. O fato de que em algum momento o desejo de viver com alguém constituindo uma família ter falado mais alto que a jura de afastar-se da carne por toda a vida faz com que olhem com desconfiança a todos os padres. Quem pode garantir que a qualquer momento alguma coisa não vá despertar nele os desejos da carne?

Antes de serem padres eles são seres humanos e a necessidade de ter uma família ou alguém para si não se anula pelo simples fato de alguém ter decidido assim, e não se trata aqui de defender ou atacar, ou de fazer a apologia do casamento dos padres. Em primeiro lugar, como ex-católica que sou, nunca vi muito sentido no fato de terem que abdicar de uma vida “normal” para servir a Deus, da mesma forma que não vi motivos para deixar de lado meus brincos e anéis para tornar-me uma serva de Deus perante a igreja Cristã do Brasil, ou parar de tomar café e fumar para ser uma fiel da igreja Mórmon, portanto não segui nenhuma das duas religiões.

Nem sei o que me causa mais espanto, se é o fato de verem com tanta reserva o casamento de um ex-padre (que segundo a igreja não existe, todos são ordenados padres até o final da vida), ou de alguém sujeitar-se a seguir dogmas nos quais não acredita.

De qualquer forma, como não estou aqui para julgar ninguém e cada um sabe do que está ou não disposto a abrir mão em determinado momento da vida por uma vocação, aqui fica a pergunta: “Você se casaria com um padre?”

Entradas Mais Antigas Anteriores

Links mais acessados

  • Nenhum

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Contato