Namoro no trabalho – vale a pena arriscar?

Namoro no trabalho

Namoro no trabalho

Claro, me dirá você. O amor pode acontecer em qualquer lugar, e por quê não no ambiente de trabalho?

Antes de mergulhar de cabeça informe-se primeiro se sua empresa permite o relacionamento entre funcionários. Há empresas que permitem, outras permitem mas transferem um dos dois, e ainda empresas onde isso é proibido e dá demissão para um dos dois ou para ambos!

Se você optou por levar em frente, convém ser discreto. Apesar do relacionamento, dentro do escritório nada deve mudar porque é muito desagradável ver casais que misturam as coisas e se tratam de forma carinhosa quando deveriam ser mais profissionais. Se seu namorado é seu chefe é necessário separar as coisas muito bem porque se ele lhe der uma bronca no trabalho, não vá transferir isso para o namoro e vice-versa.

Um dos inconvenientes que eu vejo no relacionamento entre duas pessoas que trabalham juntas é que ele pode acabar, e dependendo da forma que terminar pode ficar muito difícil conviver com essa pessoa depois disso. E seu ex pode arrumar outra namorada e você vai ter que engolir calada.

Como trabalham juntos a vantagem é que você também pode observar o comportamento do seu ‘pretendente’ antes de entrar numa furada, isto porque alguns homens consideram que, como passam a maior parte do dia trabalhando, o escritório é o lugar ideal para fazer suas conquistas. Ele é do tipo conquistador e está sempre jogando charme para alguém? Ele já namorou outras no escritório? Quantas e em que período de tempo? Analise bem para não entrar numa roubada.

Antes de azedar de vez o relacionamento no escritório pense bem se compensa arriscar. Se for um daqueles casos de amor imenso ou paixão absoluta, fazer o que? Vá em frente e boa sorte!

Anúncios

Você perdoaria uma traição?

Depois de uma traição a confiança fica abalada, talvez de forma irremediável.

Depois de uma traição a confiança fica abalada, talvez de forma irremediável.

As mulheres em sua maioria preferem perdoar a perder o marido ou namorado para a outra, já os homens se perdoam não esquecem e o relacionamento nunca mais é o mesmo. Isso se perdoarem porque a maioria até mata a mulher se for traído.

Eu não sei se teria estrutura para perdoar uma traição. Há 20 e poucos anos não tive. Meu marido na época passou uma noite com outra e a experiência foi horrível, eu não aceitei o fato de jeito nenhum. Apesar de estar ainda apaixonada por ele terminei o casamento porque cada vez que ele chegava perto de mim eu o imaginava com a outra. Essa imagem doía demais e eu preferi abandoná-lo e esquecê-lo que conviver com isso.

Mas nem todas ‘amam’ o marido e podem achar mais cômodo fazer vista grossa ou perdoar para não perderem as ‘benesses’ que o casamento lhes proporciona. Não que todas as que perdoem o façam por interesse, mas na maioria das vezes a mulher que opta por continuar um casamento assim é porque tem medo de ficar só.

Eu acho que o relacionamento tem que ser baseado em confiança mútua, senão vira um inferno, e depois de uma traição, quem é que confia mais? Acho que a confiança fica abalada e daí a ficar totalmente paranóica e achar que está sendo traída o tempo todo é um pulo.

Se alguém assume um relacionamento estável com alguém tem que saber antes se será capaz de abrir mão das vantagens da vida de solteiro. Se quando era solteiro ele podia ‘galinhar’ à vontade, depois de casado adquire outras vantagens mas perde as que tinha antes de casar.

A vida é feita de escolhas e o casamento é uma delas. Mas as regras são para os dois, se só um está cumprindo o prometido, em minha opinião é hora de abandonar o barco antes que afunde.

Entradas Mais Antigas Anteriores

Links mais acessados

  • Nenhum

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Contato