Ressentimento

Sua ajuda pode causar ressentimento.

Sua ajuda pode causar ressentimento.

Eu sempre fui amiga do tipo ‘pro que der e vier’ e sempre procurei ajudar meus amigos quando precisaram de mim mas já aos 14 anos me confrontei com uma reação que na época não consegui entender.

Eu tinha uma grande amiga, a Marta (pelo menos eu a considerava assim) que por ser empregada doméstica não tinha condições de comprar roupas para sair. Como eu fazia questão de tê-la comigo, sempre que havia um baile eu lhe emprestava minhas roupas, maquilagem e até pagava para que ela entrasse.

Nunca fui do tipo que ‘dá com uma mão e cobra com a outra’ ou que fica o tempo todo jogando na cara, sempre achei natural ajudar as pessoas e não espero que se sintam gratas ou que fiquem demonstrando sua gratidão o tempo todo. Eu fazia porque gostava dela e da sua companhia.

Claro que éramos também confidentes, portanto ela acompanhou desde o início meu namoro com o João Antonio, desde a paquera até que começamos a namorar. Ela sabia de nossas brigas e principalmente sabia que eu gostava muito dele.

Um belo dia eu briguei com o João Antonio e não sei porque cargas dágua fiquei em casa ‘curtindo fossa’ como se dizia na época. Eu nunca fui de fazer isso mas de vez em quando é até bom, ainda mais na adolescência, os emos que o digam.

Acontece que uma outra amiga da Marta a convidou pra sair nesse dia e acabaram no mesmo lugar que o João Antonio. Eu lá em casa curtindo a maior fossa porque tinha brigado com meu namorado e acredita que ela ficou com ele? E não só ficou, foi lá onde ele estava e ficou no pé dele, se oferecendo até que ele ‘catou’.

No dia seguinte o João Antonio me procurou arrependido e me contou tudo, fomos à casa da Marta tirar isso a limpo porque eu me recusava a acreditar, achando que se tratava de mais uma das canalhices do meu namorado. E não é que ela confirmou?

Não só confirmou, contou tudo com um ar de vitória e de prazer que me arrepiaram! Disse ali na minha cara e na frente do João Antonio que fez pra ver a minha cara, eu a superior que dava os restos para ela!

Eu nunca dera ‘os restos’ para ela e fiquei chocada porque nunca imaginei que ela nutrisse tanto ressentimento por mim quanto eu vi nos seus olhos e senti em suas palavras naquele dia. Está claro que o namoro azedou e a amizade acabou.

Anos mais tarde, já adulta, passei por uma fase difícil e um amigo me ajudou muito, ficamos muito chegados e ele frequentava a nossa casa tornando-se quase alguém da família. Aos poucos eu fui superando meus problemas até que ele precisou de minha ajuda numa fase negra.

Eu o ajudei da mesma forma que ele tinha me ajudado, mas assim que ele começou a superar seus problemas iniciou uma campanha de difamação contra mim! Não contente com isso entrou em casa e furtou alguns objetos dos quais ele sabia que eu precisava. Fiquei inconformada mas acabei entendendo que algumas pessoas, quando são ajudadas, sentem-se inferiores porque na cabeça delas, se você esá em condição de ajudar é porque é superior a elas ou melhor que elas.

Aos poucos elas acabam se revoltanto e se ressentindo com sua ‘superioridade’ e acabam sentindo vontade de te derrubar para que você deixe de ser superior e para que parem de sentir-se inferiores.

Para mim essas pessoas sofrem de complexo de inferioridade e não são nem dignas de ódio, mas sim de pena, porque não conseguem aceitar uma das coisas mais bonitas que pode haver entre dois amigos, que é um poder ajudar o outro quando ele precisa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Links mais acessados

  • Nenhum

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Contato

%d blogueiros gostam disto: