Mulher morre em Goiás após anestesia para lipoaspiração

O que mais espanta nessa notícia é que o médico, Pastor Contreras, já respondia a 3 processos no Conselho Regional de Medicina e o hospital está interditado desde outubro pela vigilância sanitária, por falta de condições sanitárias, equipamento de emergência e anestesista. E como é que se faz cirurgia sem anestesista? Dá vodka e manda morder um pano?

Casos assim infelizmente continuam acontecendo no Brasil, talvez se valendo do sonho do corpo perfeito (que na fantasia de algumas pessoas consertaria tudo em suas vidas), médicos inescrupulosos e totalmente despreparados, verdadeiros criminosos, seduzem suas vítimas com promessas enganosas e preços baixos, com prestações a perder de vista.

Como parece que quem teria que fiscalizar anda comendo bronha, antes de submeter-se a uma cirurgia, por mais simples que ela possa parecer, verifique antes se esse médico tem pelo menos 3 anos de experiência em cirurgia geral e 2 em cirurgia plástica.

Eu aconselharia que falasse também com pessoas que já foram operadas pelo médico para saber como tudo correu, se o resultado foi o prometido, como foi o atendimento pós-operatório, etc.

Também é conveniente checar as credenciais do médico e sua licença para fazer esse tipo de cirurgia junto ao Conselho Regional de Medicina e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Muito trabalho? Também acho, mas antes de colocar sua vida ou integridade física nas mãos de alguém, e sabendo como andam as coisas por estes brasis, é sempre melhor prevenir do que remediar. E nesse caso, infelizmente, não há como remediar.

(Zailda Coirano)

Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Leilivania
    dez 21, 2008 @ 11:57:14

    Srá que essas mulheres receberam o convite do médico em casa?
    Ou elas procuram com as próprias pernas. Ele foi culpado por exercer a função inadequadamente, e teve muito suvcesso com algumas mulheres, cade elas? estão com vergonha de aparecer e dizer que fizeram a lipo com ele?

    Elaine viu a irmã com consequencias e mesmo assim foi atras.Ma~e da elaine, porque nao convenceu ela a não sofrer o mesmo procedimento? agora acusa?

    Se ele fizesse de graça, o hospital estaria superlotado, mesmo sabendo que isto teria consequencias

    Responder

    • zailda
      dez 21, 2008 @ 12:57:51

      Não vou entrar no mérito da questão da vaidade, eu não faria mas muita gente gostaria de melhorar o aspecto do corpo, e se a cirurgia está disponível animam-se a fazer. O duro é que o médico já estava impedido de operar há 2 meses por erros anteriores mas continuava atendendo.
      Vi uma de suas pacientes que foi à TV, ela não foi fazer lipo, foi fazer uma laqueadura de trompas e ficou com o corpo todo deformado, além de não ter tido nenhuma assistência do médico no pós-operatório.
      Como eu citei na reportagem, hoje em dia antes de uma cirurgia é preciso pensar muito nos riscos e checar todas as credenciais do médico.
      Muitos acham futilidade fazer uma cirurgia estética, eu não julgo porque cada um é que sabe o que é ou não importante para si. Mas se a cirurgia existe e está disponível, deveria ser executada por um profissional capacitado para fazê-la, evitando mortes ou mutilações como eu vi na TV.

      Responder

  2. Trackback: Retrospectiva 2008 - Saúde « Words

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Links mais acessados

  • Nenhum

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Contato

%d blogueiros gostam disto: